Notícias


Fórum de Defesa Permanente para discutir avanços sobre a manutenção da Autoridade Portuária Público Municipal

Criado Fórum de Defesa Permanente para discutir avanços sobre a manutenção da Autoridade Portuária Público Municipal.

Encontro aconteceu nesta manhã de terça-feira (03) com a presença de autoridades, entidades de Classe e Sindicatos da mão de obra portuária.

Aconteceu nesta manhã de terça-feira, 03, na Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal de Itajaí, um encontro para debater os assuntos gerais sobre o atual processo de desestatização do Porto de Itajaí.

O objetivo do encontro motivou a criação de um “Fórum de Defesa” e destacou importantes itens para manter a Autoridade Portuária pública municipal. Este Fórum, por meio de seus representantes, estarão ajustando diretrizes, afim de informar à toda população de Itajaí quanto ao desembaraço deste processo e como será apresentado o novo modelo de gestão no próximo dia 25, com a presença dos representantes da Secretaria Nacional de Portos, Transportes Aquaviários (SNPTA) e Empresa de Planejamento e Logística (EPL).

Durante o encontro também foram lembrados os avanços que o porto de Itajaí conquistou ao longo do período do contrato (25 anos), que se encerra em 31 de dezembro de 2022.  

Participaram do encontro o Prefeito e Vice-Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni e Marcelo Sodré, respectivamente, o Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga, juntamente com a Assessora Executiva da superintendência, Dra. Silvia Cristina Wanderlinde Benvenutti, membros do Secretariado municipal, representantes de Entidades de Classe da Sociedade Civil Organizada (CDL, Marina Itajaí), presidentes, vice-presidentes representantes de Sindicatos dos Arrumadores, Conferentes, Servidores Públicos da Superintendência do Porto de Itajaí (SINTAC), e ainda representantes da Intersindical Patronal (16 sindicatos representados), e Intersindical Laboral (TPAs), pelos Trabalhadores Portuários Avulsos.     

“Ao longo deste ano, visitamos mais de 90% de todos os parlamentares, em cada visita realizada pela autoridade portuária, foi concedido um material sobre este processo de desestatização, recentemente recebemos na sede da superintendência o Senador catarinense Jorginho Mello entre outros parlamentares da esfera estadual e federal. Os parlamentares apoiam a causa e agora é o momento de lutar por essa defesa”, enfatiza o Superintendente do Porto de Itajaí Fábio Da Veiga.

O prefeito Volnei Morastoni ressaltou a importância da forte relação Porto Cidade, e destaca o reconhecimento nacional do Porto de Itajaí através do governo, como um modelo de sucesso no Brasil:

“O nosso Porto de Itajaí é um pequeno grande porto, porque tem apenas um quilometro de cais com 4 berços, e se destaca pelo sucesso que desempenha, tornando-se modelo de gestão através da autoridade pública municipal, reconhecido nacionalmente pelo governo federal. O movimento iniciou em 1995, ou seja, estamos a 25 anos com a autoridade pública municipal concretizado somente em 1997, através de uma delegação, havendo possibilidade de prorrogação por mais 25 anos. Os gráficos e relatórios de desempenho ao longo deste período, comprovam um crescimento superior a 1.500%. O desempenho operacional do porto é fruto de uma conjugação de vários setores, inclusive de uma cidade que abraça o Porto ”, conclui.

O presidente da Intersindical Laboral e do Sindicato dos Arrumadores de Itajaí, Ernando João Alves Júnior, enfatiza a importância da disseminação do assunto para que a população de Itajaí esteja propriamente a par deste processo de desestatização da gestão pública municipal:

 “A nossa preocupação com a cidade está voltada aos estudos e empenhos que estamos realizando. É muito interessante que a gente consiga agregar uma alta quantidade de pessoas a favor da não desestatização, porque precisamos mostrar para a sociedade itajaiense que nós vamos perder em diversas áreas caso ocorra a desestatização. Precisamos abraçar essa bandeira e debater a luta por uma causa ”, enfatiza.

“Quando o prefeito Volnei Morastoni assumiu o cargo em 2017, foi efetuado um protocolo pois a legislação permite a solicitação antecipada de prorrogação por até 5 anos. Também foi preciso na época estabelecer um planejamento extremamente organizado em relação aos investimentos no Porto de Itajaí. Não havia até então, os berços 3 e 4, assim como a nova Bacia de Evolução”, comenta a Assessora Executiva da Superintendência, Dra. Silvia Cristina Wanderlinde Benvenutti,

Ao final do encontro, representando as Entidades de Classe da Sociedade Civil Organizada, Laerson Batista da Costa, destacoua intensificação pela informação coletiva do município a respeito da desestatização portuária: “O Porto de Itajaí tem  estatísticas favoráveis por via da municipalização, e, por isso, precisamos que as representações que aqui se encontram, auxiliem a população de Itajaí, a terem conhecimento do quão importante é a trajetória do porto, sendo um exemplo de sucesso justamente por ser regido de forma municipalizada”, conclui.

  •   Av. Coronel Eugenio Muller, 405 - Centro, Itajaí - SC
  •   (47) 3241-9100 | (47) 98805-3702
  • ogmo@ogmoitajai.com.br